Como medir a radiação ionizante?

Radiação

O que é – De onde vem – Aplicação – Propagação – Medição – Proteção

.

As radiações ionizantes por si só não podem ser medida diretamente, a detecção é realizada pelo resultado produzido da interação da radiação com um meio sensível (detector). Em um sistema detector os detectores de radiação são os elementos ou dispositivos sensíveis a radiação ionizante utilizados para determinar a quantidade de radiação presente em um determinado meio de interesse.

Fonte: UFST/Escola Paulista de Medicina (Kellen Ariana Curci Daros)

______________________________________

A Radiação Ionizante pode ser detectada por: um contador Geiger-Muller, por uma película fotográfica ou por uma câmera de ionização.

A forma mais comum de monitoramento ambiental para a radiação gama envolve a colocação de dispositivos de monitoramento de radiação em vários locais ao redor do local está sendo monitorado. Por exemplo, cada usina nuclear é continuamente monitorado por um bando de dosímetros que são colocados em diferentes distâncias e em diferentes lados da planta. Estes dosímetros dose de radiação medida a partir da planta ou qualquer radioactividade que é liberado pela planta. Na maioria dos casos, é difícil diferenciar entre a radiação de fundo natural e as provenientes da planta, porque as emissões das usinas de energia são tão baixas.

Em geral, os níveis de radiação em torno destes tipos de instalações são tão baixos que não faz sentido para medi-los com um dispositivo de monitoramento “em tempo real”, em vez disso são utilizados dosímetros tais como crachás, filme ou TLDs (dosímetros termoluminescentes) portáteis. Muitas pessoas cometem o erro de tentar usar um contador Geiger, que nem sempre é adequada. Devido ao seu design, um contador Geiger deve ser cuidadosamente calibrado para uso para medir níveis de radiação com precisão, e isto não é feito normalmente.

Fonte: Health Physics Society

______________________________________

Tipos de Monitorização:

Monitorização Pessoal:

Procura estimar a dose recebida pelo trabalhador durante as suas atividades envolvendo radiação ionizante. As doses equivalentes são determinadas pela utilização de um ou vários dosímetros que devem ser usados na posição que forneça uma medida representativa da exposição nas partes do corpo expostos à radiação.

No caso do trabalhador usar diferentes tipos de radiação então diferentes tipos de dosímetros devem ser utilizados: Monitorização da radiação externa; Monitorização da contaminação interna; Monitorização de área.

Tem por objetivo a avaliação das condições de trabalho e verificar se há presença radioativa. Os resultados das medidas efetuadas com os monitores da área devem ser comparados com os limites primários ou derivados, a fim de se tomar ações para garantir a proteção necessária.

Características desejáveis para os dosímetros:

A resposta do dosímetro deve ser linear com a dose absorvida; O aparelho deve ser de alta sensibilidade, por forma a medir doses baixas; Deve apresentar amplo intervalo de resposta; A resposta deve ser independente da velocidade da dose; Deve possuir estabilidade da resposta ao longo do tempo; De uma forma geral podemos classificar os dosímetros em: de leitura direta e de leitura indireta, os primeiros fornecem ao utilizador a dose ou velocidade da dose em qual quer instante, os segundos necessitam de um procedimento para a sua leitura

Fonte: www.fiocruz.br

___________________________________

Detectores de Radiação

Existem três tipos básicos de detectores: Detectores de estado gasoso; Cintiladores sólidos (NaI) e semicondutores (germânio)

A operação desses detectores envolve:

  • Conversão da energia do fóton para elétrons por: efeito fotoelétrico; espalhamento Compton e produção de par.
  • Pela interação dos elétrons produção de: Pares elétron-íon (estado gasoso); pares elétron-vacância (semicondutores) e estados moleculares excitados (cintiladores).
  • Reunião e medição da carga gerada e da luz emitida na desexcitação das moléculas.

Contador proporcional:

.

.

Em um contador proporcional são necessários 30 eV para produzir um par elétron-vacância.

Cintilador Sólido:


Em um cintilador de NaI são necessários 100 eV para produzir um fóton de luz.

Detector à Semicondutor

O poder de resolução de um detector de germânio é bem maior, em um detector de germânio apenas 3 eV produzem um par elétron-vacância.

No esquema abaixo, encontram-se representados os principais efeitos físicos e químicos da radiação ionizante, atualmente utilizados como propriedade iterativa para detecção de radiação ionizante, bem como os meios utilizados na detecção e características estruturais de cada tipo de detector.

Dosímetros são instrumentos que medem a dose radiação num certo período a que uma pessoa é exposta. O espectro de radiação gama natural é conhecido por ter um pico em torno de 70 keV. Um dosímetro a ser utilizado para medições de radiação natural do ambiente deve, portanto, independente de resposta energético, pelo menos acima de 50 keV. As características ideais para o bom desempenho de um dosímetro integrador são: a respostada leitura dosimétrica deve ser independente da energia da radiação incidente; a sensibilidade do dosímetro deve operar nointervalo de 2,5 C/kg (10mR) a 129kC/kg (500R);medir toda a radiação recebida e possuir pequenas dimensões, leve e fácil manipulação.

O dosímetro é um dos equipamentos de proteção radiológica fundamentais. Com o uso imprescindível do dosímetro conseguimos diagnosticar se o profissional da área de radiologia foi exposto a radiação ionizante e também o quanto ele foi exposto. O dosímetro mais confiável é o termoluminescente, entretanto o dosímetro com filme radiográfico também é muito usado e eficaz na dosagem de radiação ionizante recebida pelo seu usuário.

Unidades Dosimétricas

Para correlacionar as diversas radiações com os efeitos biológicos foram estabelecidas, entre outras, as seguintes grandezas: EXPOSIÇÃO, DOSE ABSORVIDA, e DOSE EQUIVALENTE. Cada uma destas grandezas físicas possui uma unidade em que a mesma é expressa ( assim como por exemplo distância pode ser expresso em metros, corrente elétrica em ampères, etc. ).

A Exposição possui uma unidade antiga chamada Roentgen ( R ) que corresponde à quantidade de cargas elétricas liberadas em uma massa de ar devido à radiação incidente, onde 1 R = 0,258 C/kg. ( C/kg = Coulomb por quilo; Coulomb é a unidade de carga elétrica ).

A Dose Absorvida ( Grey ) é uma medida da energia da radiação absorvida por uma determinada massade matéria. A unidade de Dose Absorvida é Joule por quilograma ou de forma mais usual J/kg, sendo 1 Gy =100 J/kg ou 100 RAD = 1 Grey (Gy).

A Dose Equivalente ( Sievert ), ou simplesmente DOSE nos Laudos de Dose Mensais, leva em conta o efeito biológico em tecidos vivos, produzido pela radiação absorvida. Desta forma a Dose Equivalente é obtida da Dose Absorvida multiplicada por fatores ponderantes apropriados. A unidade da Dose Equivalente ou DOSE é o Sievert (Sv) ou seu sub-múltiplo o milisievert (mSv). A unidade antiga desta grandeza é o REM que se relaciona com o Sv da seguinte forma: 1 Sv = 100 REM.

Sievert

Nos Laudos Mensais de Dose a unidade usada é o Sievert, que é uma Unidade Dosimétrica deDose Equivalente , o milisievert (mSv) é um milésimo de Sievert e corresponde a 100 mREM (unidade antiga).

.

.

Ao lado um detector manual de radiação (Gama Scout) projetado para medir radiações alfa, beta, gama e raio X. Utiliza um detector Geiger- Muller de halogênio e uma janela de mica. Trabalha na faixa de 0.01 μSv/h a 50.00 μSv/h.

.

.

.

Ao ladoo Lab Impex AIDME Accident or Incident Deployable. São normalmente utilizados em situações de emergência ou acidente, para avaliar a disseminação da contaminação na sequência de um lançamento, e para transmitir esta informação para um sistema de computador central.

.

.

.

.

Ao lado um dosímetro digital de bolso (Nucleonix)

.

.

.

Ao lado um monitor de radiação gama de área (Nucleonix)

.

.

.

Ao lado um monitor de radiação para instalação em linha (Nucleonix).

.

.

.

Ao lado o Monitor tipo Portal Corapi, para detectar a presença de material radioativo em todo o corpo.

.

______________________________________

Em junho

Aplicações com Sistemas de Analisadores Industriais; Sistemas de Amostragem e Condicionamento de Amostras; Serviços Associados à Operação do Analisador Industrial; Analisadores Contínuos para Águas; Analisadores Contínuos para Gases; Analisadores para Hidrocarbonetos.

Saber +

______________________________________

O que é – De onde vem – Aplicação – Propagação – Medição – Proteção

________________________________________

Por: Sergio Trindade

www.ianalitica.wordpress.com

Anúncios

23 Responses to Como medir a radiação ionizante?

  1. Sergio disse:

    Boa tarde Hélcio, obrigado pela pergunta, segundo o CONFEA o engenheiro de segurança do trabalho é responsável pela segurança de todas as instalações e atividades na empresa (http://normativos.confea.org.br/ementas/visualiza.asp?idEmenta=373). Não sou especialista em segurança do trabalho, mas penso que as atribuições específicas podem mudar de empresa para empresa, mas penso que esta função pode até não executar a medição mas deve providenciá-la, acompanhá-la, orientá-la e validá-la dentro da empresa.

  2. Hélcio Honorato de Souza disse:

    Olá gostaria de saber se faz parte das atribuições do engenheiro de segurança do trabalho fazer e emitir laudos de dosagem de radiação ionizante?

  3. Sergio disse:

    Obrigado pelo comentário Anibal, você tem razão exercício sempre vai ajudar a compreender e a fixar melhor os conceitos. Este artigo que você citou foi escrito em 2011. De lá pra ca muita coisa mudou, estamos agora publicando no nosso site, fica o convite para você visitar a apreciar as novas publicações, o endereço é http://ianalitica.com.br/?page_id=3686
    Estamos desenvolvendo cursos EAD que em breve estarão disponíveis, lá concerteza, além de conteúdo teórico, o participante vai fazer exercícios, atividades colaborativas e até testar alguns simuladores.
    Te espero la,
    um abraço!
    Sergio

  4. Amateria e boa mais podiao por exercicio para compreender melhor

  5. Sergio disse:

    Olá Giovana,
    Não trabalhamos com revenda somente com treinamento.
    att,
    Sergio

  6. giovana diana disse:

    Olá boa tarde.

    Vocês tem Contador Dosímetro de Radiação, para medir radiação nuclear no ambiente?

    01 pç.

    Fico no aguardo.

    At;

  7. Sergio disse:

    Boa tarde Paula. O uso de um datalogger só é necessário se você quiser fazer um registro da radiação no tempo (monitoração). Para medições pontuais não há necessidade deste tipo de equipamento. Existem também vários tipos de datalogger no mercado, de outros fabricantes. Para calibração, consulte o IPEN – Laboratório de calibração de instrumentos: http://pelicano.ipen.br/calibracao/default_cliente.aspx
    VEJA TAMBÉM O TRABALHO INDICADO A SEGUIR: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/85/85131/tde-22062009-163412/publico/GustavoAdolfo.pdf

  8. Paula disse:

    Bom dia Sergio, tudo bem?
    Estou com algumas dúvidas e gostaria que você me ajudasse…
    Qual a necessidade de ter um Datallogger LCD-90 acoplado ao Geiger RM-80?
    Qual empresa de calibração mais indicada para aferir Geiger??
    Fico no aguardo.
    Obrigada,

  9. […] que serve a radiação ionizante? ;  Como a radiação se propaga e interage com a matéria? ;  Como medir a radiação?   Como se proteger da radiação ionizante?Uma compilação de conteúdo encontrado na web. […]

  10. Sergio disse:

    Olá Eliana, segue abaixo alguns links onde você poderá encontrar informações sobre proteção radiológica.

    att,
    Sergio Trindade

    Links Radiologia
    RISCOS OCUPACIONAIS NO POSTO DE TRABALHO DO TÉCNICO EM RADIOLOGIA DE UM HOSPITAL PÚBLICO FEDERAL. XXVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção.
    http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP2007_TR600448_9327.pdf
    Análise de Riscos Ocupacionais Avaliados no Setor de Radiologia Convencional Dentro das Normas de Segurança do Trabalho. Unifenas
    http://www.conter.gov.br/uploads/trabalhos/lucianapereira.pdf
    T É C N I C O D E R A D I O L O G I A
    http://psicologia.esc-joseregio.pt/wp-content/uploads/2008/10/tecnico-de-radiologia.pdf
    Colégio Brasileiro de Radiologia
    http://www.unimagem-net.com.br/cbrportal/publico/?protecao-radiologica
    FATORES DE RISCO DOS PROFISSIONAIS DE RADIOLOGIA. Ebah
    http://www.ebah.com.br/content/ABAAAe9h4AA/fatores-risco-dos-profissionais-radiologia
    Riscos e efeitos da radiação – X. Ebah
    http://www.ebah.com.br/content/ABAAABfu0AK/riscos-efeitos-radiacao-x
    Biosegurança: Riscos de um Técnico em Radiologia
    http://blogsegurancatotal.blogspot.com.br/2011/11/bioseguranca-riscos-de-um-tecnico-em.html
    Risco, Radiodiagnóstico e Vigilância Sanitária
    https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ufba/203/1/Risco%20radiodiagnostico%20e%20vigilancia%20sanitaria.pdf

  11. Eliana disse:

    Gostava de saber a quantidade de radiação natural versus a quantidade de radiação ocupacional em radiologia e localizá-la num espectro.
    Consegue-me arranjar informações sobre isso?

    Com os melhores cumprimentos!

  12. Geovani disse:

    Ok. Muito obrigado. Ajudou sim.

  13. Sergio disse:

    Bom dia Geovani. Eu desconheço quem faça medições sistemáticas da radiação e registre isso ao londo do tempo, talvez institutos meteorológicos e observatórios. Veja estes artigos:
    http://www.google.com/search?source=ig&hl=pt-BR&rlz=&q=medi%C3%A7%C3%B5es+da+radia%C3%A7%C3%A3o+ionizante+na+atmosfera&btnG=Pesquisa+Google

    e esse:
    http://www.bibl.ita.br/xvencita/FUND03.pdf

    espero ter ajudado,

    Sergio

  14. Geovani disse:

    Olá Inácio. Meus amigos compraram um geiger. Somos do RS. Quando chove geralmente as medições são maiores. Eles me explicaram porque, mas não lembro bem. Tivemos medições de 0,54 microsievert/hora. Se não me engano essa foi a mais alta. Enfim, você disse que tem medições aí São José e Taubaté. Gostaria de escrever pra ti mas não achei nenhum contato seu. Se você ler isso, tem como me passar essas medições e a data em que elas foram feitas. Você sabe me dizer se existem medições deste tipo antes do desastre me Fukushima?

  15. […] que serve a radiação ionizante? ;  Como a radiação se propaga e interage com a matéria? ;  Como medir a radiação?   Como se proteger da radiação […]

  16. Sergio disse:

    Informo aos leitores que não temos nenhum vínculo comercial com fabricantes de instrumentos, portanto os exemplos e modelos de equipamentos mostrados neste site tem o carácter apenas ilustrativo e não representam minha preferência ou indicação de melhor performance.

    Contudo, este site está aberto a manifestação dos usuários, de acordo com seus próprios critérios de julgamento, não havendo aqui qualquer responsabilidade do site sobre a opinião dos leitores.

    Os comentários publicados são escolhidos conforme sua pertinência e contribuição para o assunto em questão.

    att,
    Sergio Trindade

  17. Inacio Malmonge Martin disse:

    O melhor Geiger existente hoje para medir radiação ionizante em qualquer local, superficie da Terra, cidades, florestas, industrias, bordo de aeronaves, navios, carros, etc é o Geiger RM-80 diretamente acoplado a um datalogger LCD-90. O proprio LCD-90 alimenta o Geiger e ao mesmo tempo recebe e grava as medidas em um arquivo .txt. Com isso podemos fazer em um local qualquer até 3 meses de medidas. Apos com um PC e um cabo USB transfere-se o arquivo para o PC para a analise, graficos, etc.

    Aqueles interessados em receber medidas aqui de São Jose dos Campos e Taubaté, SP, Brasil, me escrevam?

    Inacio Malmonge Martin
    10/12/2011

  18. Sergio disse:

    Olá Antônio,

    Eu não sou especialista nessa questão legal, mas acho que aqui é interpretado como um caso de PERICULOSIDADE e não de INSALUBRIDADE, portanto, uma vez cessada a exposição, o empregador poderá fazer novo laudo avaliativo e retirar o adicional de periculosidade.

    De acordo com a portaria Nº 518 DE 04.04.2003 do MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO: “Art. 2º O trabalho nas condições enunciadas no quadro a que se refere o art. 1º, assegura ao empregado o adicional de periculosidade de que trata o parágrafo 1º do art. 193 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943.”
    Veja mais informações aqui:
    http://www.normaslegais.com.br/legislacao/trabalhista/portariamte518.htm

    um abraço,
    Sergio

  19. antonio disse:

    um empregado que recebe gratificação de ionizante, pode perde-la em quais situações. E se é que perde?

  20. Sergio disse:

    A intensidade da radiação varia com a distância.
    Veja este link:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Intensidade_de_radia%C3%A7%C3%A3o
    att,
    Sergio

  21. aline quintino disse:

    por que quando eu meço a atividade da fonte césio 137 em distancias diferentes eu não tenho a mesma atividade?

  22. Gracinda Mondlane disse:

    Optima a materia. Eu tenho uma duvida, pretendo medir a radiacao de fundo usando o detector de Geiger Muller e gostava de saber se é possível converter os dados de contagens em actividade das fontes radioactivas ou em energia da radiacao detectada.

  23. Muito bom essa materia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: